Submarino do Titanic: o que acontece agora após confirmação de mortes

Publicado por: Ronie
Fonte: BBC

A confirmação da morte de todas as pessoas a bordo do submersível Titan, que desapareceu no último domingo (18/06) enquanto fazia uma expedição até o naufrágio do Titanic, significa que a gigantesca operação de busca montada nas águas do Oceano Atlântico tem novas prioridades.

A Guarda Costeira americana confirmou na tarde de quinta-feira que todos os cinco ocupantes da embarcação morreram após o que provavelmente foi uma “implosão catastrófica” do submersível, que pertencia à empresa OceanGate.

Mas muitas perguntas sobre o que aconteceu exatamente permanecem em aberto — e fazer todo o possível para tentar respondê-las será o foco daqui para frente.

Os corpos vão ser recuperados?
O contra-almirante John Mauger disse que não poderia confirmar se a Guarda Costeira dos EUA seria capaz de localizar ou não os corpos das vítimas.

Os ocupantes do submersível eram o bilionário britânico Hamish Harding, de 58 anos; o magnata britânico de origem paquistanesa Shahzada Dawood, de 48 anos, e seu filho, Suleman Dawood; o CEO da OceanGate, Stockton Rush; e o ex-mergulhador da Marinha francesa Paul-Henry Nargeolet.

O que vai acontecer com as buscas?
Não está claro neste momento qual agência vai conduzir a investigação, uma vez que não há protocolo para incidentes deste tipo com um submersível.
Mauger disse que o incidente foi particularmente complexo porque aconteceu em uma parte remota do oceano, envolvendo pessoas de diferentes nacionalidades.
Mas, tendo desempenhado um papel de liderança na operação até agora, a Guarda Costeira americana provavelmente vai continuar tendo um papel importante.
O contra-almirante disse que vai continuar a investigar a área do campo de destroços — e várias embarcações, equipes médicas e técnicos permanecem no local. As equipes vão começar a ser desmobilizadas nas próximas 24 horas.
Os veículos de operação remota (ROVs, na sigla em inglês) que vasculham o fundo do mar ao redor do naufrágio do Titanic também vão permanecer lá por enquanto.

Compartilhe este conteúdo
WhatsApp
Facebook
Telegram