Morre mulher de 99 anos que ficou 9 horas agarrada em parreira à espera de resgate após enchente no Rio Grande do Sul

Foto: Reprodução/RBS TV
Publicado por: Redação
Fonte: G1 RS

De acordo com familiares, Elma Clara de Souza tinha insuficiência renal e o caso foi agravado por um quadro de hipotermia. Aposentada estava internada no Hospital São Camilo, em Encantado, e havia expectativa de que ela recebesse alta. 

Morreu, na tarde desta quinta-feira (14), a idosa de 99 anos que ficou 9 horas agarrada em uma parreira à espera de resgate após a inundação que atingiu Roca Sales, no Vale do Taquari, em decorrência da passagem de um ciclone extratropical pelo RS. De acordo com familiares, Elma Clara de Souza tinha insuficiência renal e o caso foi agravado por um quadro de hipotermia.

A aposentada foi resgatada de uma área alagada por uma equipe em um helicóptero e estava internada no Hospital São Camilo, em Encantado. No sábado (9), ela recebeu alta da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e foi para o quarto. Com a recuperação, havia expectativa de que ela deixasse a casa de saúde.

“Ela sobreviveu para se despedir”, resume a neta, Juliana Berger.

 

Elma era moradora de Roca Sales há 30 anos. A água inundou a residência, que ficou totalmente destruída. Uma cuidadora foi quem ajudou a idosa a chegar até o local onde ela ficou aguardando o resgate.

“Fiquei rezando. Cantamos, eu e a minha cuidadora, ‘mãezinha do céu, nos ajuda’ e ficamos lá”, relembra a aposentada.

Conforme a neta, o velório de Elma Clara de Souza será realizado na sexta-feira (15), na Câmara de Vereadores de Roca Sales.

Compartilhe este conteúdo
WhatsApp
Facebook
Telegram